Agende sua consulta
Fale conosco pelo WhatsApp

Infiltração na coluna

imagem ilustrativa de uma infiltração na coluna
Imagem: Shutterstock

15 setembro, 2022

Por:

O procedimento de infiltração na coluna alivia dores e reduz inflamações, além de evitar a necessidade de cirurgias invasivas.

A infiltração na coluna é um tratamento médico no qual são injetados medicamentos diretamente na coluna, a fim de reduzir dores e inflamações na região. Pouco invasivo, o procedimento é seguro e indicado para evitar grandes cirurgias.

Confira abaixo mais informações sobre a infiltração na coluna e para que esse procedimento médico é indicado.

O que é infiltração na coluna?

Também conhecido como bloqueio anestésico na coluna, esse procedimento consiste em um tratamento auxiliar e paliativo para problemas nessa estrutura corporal. Minimamente invasiva, a infiltração na coluna permite um alívio rápido das dores que acometem essa região.

O médico especialista aplica medicamentos como analgésicos e anti-inflamatórios diretamente no ponto inflamado da coluna, por meio de injeções. Além de causar alívio das dores, a infiltração ajuda a identificar o ponto central do incômodo e a realizar o diagnóstico de distúrbios da coluna.

Clique aqui, entre em contato agora mesmo e agende já sua primeira consulta!

Tipos de infiltração na coluna

Existem algumas técnicas de infiltração, que são escolhidas pelo médico de acordo com o quadro clínico e sintomas apresentados pelo paciente. Conheça os principais tipos de infiltração na coluna:

  • Infiltração facetária: atua na dor que atinge as articulações que ligam os ossos da coluna;
  • Infiltração foraminal ou radicular: o medicamento é aplicado no forâmen, local por onde passam as raízes nervosas que conduzem estímulos neurológicos para todos os membros do corpo;
  • Infiltração epidural: o medicamento é aplicado no espaço ao redor da medula espinhal;
  • Infiltração sacroilíaca: tem como alvo as articulações que conectam o final da coluna à bacia;
  • Infiltração na raiz do nervo: é aplicada nos nervos individuais da espinha.

Como é feito o procedimento?

O procedimento é bastante rápido — dura cerca de 30 minutos — e pode ser feito a nível ambulatorial.

Na maioria dos casos, o paciente deve ficar deitado de bruços e imóvel durante o procedimento. Porém, essa posição depende da técnica de infiltração adotada pelo médico, que deverá orientar o paciente.

Antes é aplicada uma anestesia local, que por si só já alivia as dores na região momentaneamente. Também são utilizadas algumas substâncias estéreis, ou seja, que não causam alterações no organismo, a fim de auxiliar o médico no manuseio da agulha pela coluna do paciente, para que os medicamentos sejam aplicados no local correto.

As substâncias estéreis orientam o médico por meio de contraste, cuja visualização é feita por meio de raio-X ou tomografia. Após a agulha estar posicionada no local adequado, são injetados, então, os medicamentos indicados.

Para quem é indicada?

A infiltração é indicada para pacientes que sofrem com dores crônicas na coluna e cujo uso comum de medicamentos não demonstra efeitos positivos no alívio das dores e inflamações.

Além de aliviar as dores, a infiltração na coluna pode ser indicada como um procedimento de diagnóstico para a origem dos sintomas que afligem o paciente.

Quais problemas são tratados com a infiltração na coluna

São diversos os problemas e enfermidades que podem ser tratados com a infiltração, sobretudo aqueles que acometem a estrutura muscular, esquelética e neurológica da coluna. O procedimento é utilizado no tratamento de sintomas como a dor e a inflamação.

Conheça alguns problemas que podem ser tratados com infiltração na coluna:

  • Artrose;
  • Espondilose;
  • Doenças degenerativas da coluna;
  • Hérnias de disco;
  • Hipertrofia;
  • Estenose;
  • Cistos;
  • Contraturas;
  • Protusões discais;
  • Sacroileíte.

Quais os riscos da infiltração na coluna?

O procedimento de infiltração na coluna é seguro e a possibilidade de riscos é bastante rara. Contudo, ainda que mínimos, os eventos adversos podem incluir:

  • Reação adversa ao anestésico e demais medicamentos;
  • Infecções localizadas;
  • Perda inesperada de sangue durante o procedimento;
  • Formigamento ou dormência nos membros do corpo;
  • Dor residual;
  • Alteração da força muscular;
  • Alteração dos níveis de glicemia.

Além disso, é possível que a infiltração na coluna não resulte na melhora desejada e não traga resolução dos sintomas. Nesses casos, são necessários procedimentos adicionais ou cirúrgicos.

Agende já sua consulta com o Dr. Lucas Vasconcellos

Agendar agora

Quais os benefícios?

O principal benefício da infiltração é a redução da dor que acomete o paciente.

Além disso, o procedimento melhora o quadro clínico geral do paciente e auxilia na reabilitação fisioterápica.

Outros benefícios: o procedimento é pouco invasivo, bastante seguro e não demanda muito tempo, também proporcionando uma rápida recuperação. O sucesso da infiltração pode, ainda, evitar a necessidade de procedimentos cirúrgicos, muito mais invasivos para o paciente.

Como é a recuperação após a infiltração na coluna?

O procedimento de infiltração possui baixa complexidade e é minimamente invasivo. Essas características permitem que o paciente se recupere rapidamente, podendo retomar suas atividades normais já no dia seguinte.

Além disso, o procedimento é rápido, levando cerca de 30 minutos. Após isso, o paciente já está liberado para ir para casa, onde deverá permanecer em repouso de 24 horas a 3 dias. A recuperação varia de acordo com o quadro clínico do paciente.

Não é recomendado que o paciente dirija após o procedimento, devendo estar acompanhado por um amigo ou familiar.

Recomenda-se que, após o procedimento, outros tratamentos sejam realizados, como a fisioterapia, a prática de atividades físicas e melhora dos hábitos alimentares, sempre com acompanhamento de profissionais especializados.

O acompanhamento de um médico especialista em coluna também é importante para monitorar o caso. Se o problema reincidir, uma avaliação deverá ser feita novamente. Poderá ser indicada uma nova infiltração na coluna ou outro tipo de tratamento.

Quanto tempo dura o efeito de uma infiltração?

Devido à anestesia local aplicada antes do procedimento de infiltração na coluna, a melhora dos sintomas é sentida imediatamente. Contudo, esse efeito instantâneo tende a passar após algumas horas.

A melhora em longo prazo, proporcionada pelo tratamento em si, começa a ser percebida entre quatro e cinco dias após a injeção. O seu efeito pode durar diversos meses, dependendo do quadro clínico do paciente.

Quando o alívio proporcionado pela infiltração na coluna acaba ou não é suficiente, o procedimento pode ser refeito, postergando a duração do efeito analgésico. Sendo assim, é importante manter o acompanhamento com o médico especialista em coluna.

Entre em contato agora mesmo e agende já sua consulta com o Dr. Lucas Vasconcellos.

Fonte:

Dr. Lucas Vasconcellos